Aluno de Arquitetura e Urbanismo, cursando o TFG (Trabalho Final de Graduação) na Universidade Presbiteriana Mackenzie e bolsista no núcleo de pesquisa: Percursos e Projetos: Arquitetura e Design. Esta investigação teve início com base nos resultados parciais já alcançados no projeto de pesquisa: Feminino e Plural: Percursos e Projetos de Arquitetas e Designers, financiada pela FAPESP e Mackpesquisa (2012/2013), e insere-se no contexto do projeto: Práticas de Projeto de Arquitetas, Arquitetos e Designers – Análise dos instrumentos de prática projetual e possíveis empregos de forma direta ou não – na pesquisa acadêmica stricto sensu, financiado pelo Mackpesquisa. Este grupo de pesquisa se situa como parte das atividades do Grupo de Pesquisa de Arquitetura: “Projeto & Pesquisa & Ensino” da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo, Brasil, em colaboração acadêmica com a University of Hertfordshire, Reino Unido.

Este Trabalho Final de Graduação tem como objetivo investigar os processos de projeto empregado por Jorn Utzon em sua obra mais significativa, a saber, Ópera de Sydney. O projeto do arquiteto dinamarquês que participou do concurso internacional em meados da década de 50 passou por significativas transformações até a sua concepção definitiva quase 20 anos depois. Em meio a entraves políticos, a evolução desse projeto só foi possíveis através do uso de inúmeros instrumentos projetuais como croquis, estudos preliminares, construção de modelos físicos, elaboração de plantas, cortes e elevações – em versões de estudo e versões representadas tecnicamente – além de estudos fotográficos e de natureza visual.

Através da análise desses materiais que fizeram parte do projeto do Ópera de Sydney, busca-se aqui identificar como essa habilidade projetual que compõem a prática habitual do projeto de arquitetura e urbanismo pode ser empregada como forma de construção do conhecimento acadêmico, contribuindo para a discussão da prática e ensino de projeto de arquitetura e urbanismo.

 Após um levantamento realizado em banco de dados e bibliotecas virtuais, os autores selecionados para a pesquisa foram:

DREW, Philip, The Masterpiece. Jørn Utzon: A Secret Life; Ed: HGB; South Yarra Victoria, Australia, 1999.

GIEDION, Siegfried. Space, time and architecture. Harvard College, Fourteenth printing, 2002.

FRAMPTON, Kenneth, Estudios sobre cultura tectónicaPoéticas de la construcción en la arquitectura de los siglos XIX y XX, Ed. Akal Arquitectura, Madrid, 1995

LAWSON, Bryan; Como Arquitetos e Designers pensam; tradução Maria Beatriz Medina; São Paulo: Oficina de texto, 2011.

O processo de projeto em arquitetura: da teoria a tecnologia, organização; Doris C.C.K. Kowaltowski, Daniel de Carvalho Moreira, João R. D. Petreche e Márcio M. Fabrício, Ed. Oficina de Textos, dez. 2011.

PEÑIN, Alberto, La transformación del proyecto arquitectónico durante el processo constructivo: la opera de Sydney y el centro pompidou de Paris; Tesis Doctoral ETSAB, Gandia, 2006

CROSS, Nigel. Desenhante – Pensador do desenho. Schds Editora Ltda, São Paulo. 2004

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s